quinta-feira, 24 de abril de 2014

Impeachment de Rosalba sem força na Assembleia

Os corredores da Assembleia Legislativa falam que o pedido de impeachment contra a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) continua sem força.

Apesar da peça ter mais consistência jurídica do que a impetrada por movimentos sindicais, a maioria dos deputados estaduais opinam que o Governo Rosalba, independente de qualquer argumento, é sem escândalos de corrupção.

Por Heitor Gregório

Raimundinho Duarte

Blog Na Serra de Portalegre: Hotel Portal da Serra recebe II Conferência Regional de Saúde do Trabalhador

Blog Na Serra de Portalegre: Hotel Portal da Serra recebe II Conferência Regional de Saúde do Trabalhador

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Datena como alternativa


Datena: novos rumos?
Datena: novos rumos?

A Band começou a debater ontem quem vai substituir Luciano do Valle como narrador principal da emissora durante a Copa. Muitas hipóteses foram colocadas na mesa – inclusive a de colocar José Luiz Datena como o principal locutor durante o Mundial.

Datena tem deixado claro em entrevistas recentes que não deseja mais fazer programas policiais. O início da carreira do apresentador foi justamente no esporte, onde atuou como repórter e depois locutor de várias modalidades esportivas.
 
Por Lauro Jardim

Novidades da festa Interligados


O bacana Clístenes Carlos divulga mais algumas novidades sobre a sua festa “Interligados”, que acontece no próximo dia 10 de Maio. À noite, que será para comemorar o 7º ano de colunismo social de Clístenes, já tem as suas primeiras atrações confirmadas, a Banda Inala com um repertório preparado exclusivamente para animar a noite, e a banda Pagode Koisa Nossa que se apresentará pela primeira vez na cidade. O palco para toda essa animação será no Éden Clube em Pau dos Ferros. Em breve os acessos para a festa estarão à venda. Agende-se!
 

Com André Vargas, PT vive fase do pós-cinismo


Josias de Souza

O PT reedita no microcosmo partidário um debate antigo: o que prevalece na formação de um delinquente, a cultura ou a genética? As opiniões vão de um extremo ao outro. Há os que apostam na influência do ambiente e os que acham que o bandido nasce feito.

Nos casos que envolvem crimes cometidos por miseráveis, os especialistas ainda não conseguiram responder se a sociedade é responsável ou não. No caso do PT, não há dúvidas. Se há alguém que pode ser chamado de um produto do meio é o deputado André Vargas.

Vargas é um filho da cultura mensaleira, que admite usar todos os estratagemas ilegais para atingir os subterfúgios ilegítimos. O companheiro pode escorar sua defesa nas suas circunstâncias. A culpa é do PT, que o estimulou a ser o que é com todas as facilidades, a impunidade e a cumplicidade que assegurou aos filiados do mensalão.

Se a cúpula da legenda, condenada pelo STF e recolhida ao xilindró, não perdeu as regalias partidárias e o poder político, Vargas só podia esperar tolerância e incentivo de uma cultura política cada vez mais caracterizada pela amoralidade. Pilhado com a mão no bolso do doleiro Alberto Yossef, o mínimo que o companheiro merecia era que o PT sentisse remorso do que fez com ele e se apiedasse.

Deu-se, porém, o oposto. O PT adotou com André Vargas a política do mata-e-esfola. Ameaça expulsá-lo da legenda caso não renuncie ao mandato de deputado. Espremido nesta terça-feira (22) por Rui Falcão, presidente do PT federal, Vargas estufou o peito como uma segunda barriga e anunciou: “Não renuncio”.

Abespinhado, Falcão acusou Vargas de prejudicar com sua má reputação as campanhas de Dilma Rousseff ao Planalto, de Alexandre Padilha ao governo de São Paulo e de Gleisi Hoffmann ao governo do Paraná. Vargas deu de ombros. Natural. Se a história recente do PT ensinou alguma coisa é que nenhum companheiro paga pelo que fez. O amigo do doleiro cobra apenas respeito à tradição.

Ao condenar José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares, o STF impusera ao PT um desafio. Afora a necessidade de reformular a lorota segundo a qual o mensalão é uma “farsa”, o partido fora convidado a decidir o que fazer com seu estatuto. Ou expulsava de seus quadros os sentenciados ou rasgava o documento.

As hipóteses em que a pena de expulsão deve ser aplicada estão listadas no artigo 231 do estatuto do PT. O item de número VII anota que o filiado será expurgado do partido quando houver “condenação por crime infamante ou por práticas administrativas ilícitas, com sentença transitada em julgado.”
Em 2005, quando o mensalão foi pendurado nas manchetes, Lula declarou-se “traído” e o PT expulsou o tesoureiro Delúbio. Em 2011, já na condição de ex-presidente, Lula esforçava-se para empinar a tese da “farsa” e Delúbio, à época ainda uma condenação esperando para acontecer, foi readmitido na legenda. Dirceu e Genoino jamais foram submetidos à Comissão de Ética partidária.
Ao contrário, são celebrados como “guerreiros do povo brasileiro”.

Diferentemente da cúpula mensaleira, André Vargas ainda está solto. O STF ainda nem deliberou sobre o pedido da Procuradoria da República para que seja aberto um inquérito contra ele. É nessa condição que o deputado reivindica do PT o direito de se defender no Conselho de Ética da Câmara, por ora o único foro em que está sendo processado. E o PT, tomado de súbita intransigência: negativo, companheiro. Aos mensaleiros, tudo. Aos amigos de Youssef, os rigores do estatuto.

Louve-se a resistência de André Vargas. Sem nada que o redima, o lobista do doleiro ganhou nova serventia. Tornou-se uma denúncia de carne e osso do meio apodrecido que o produziu. O excesso de promiscuidade e a aliança do PT com o amoralismo produziram um Vargas. Ao ameaçá-lo de expulsão depois de ter servido refresco aos mensaleiros, o partido se desobriga de examinar suas próprias culpas. O petismo mergulhou numa fase nova. Vive a fase do pós-cinismo.

CONTA DE ENERGIA 11,40% MAIS CARA NO RN A PARTIR DE HOJE.

A conta de energia do Estado ficará 11,40% mais cara a partir desta terça-feira (22). O aumento foi autorizado no último dia 15 pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), além de atingir indústrias com o reajuste de 15,78%.

As novas tarifas valerão para 1,250 milhões de unidades consumidoras em todo Estado. O aumento é uma medida para compensar as distribuidoras de energia que estão pagando uma energia mais cara.

Para o presidente do Conselho de Consumidores de Energia Elétrica da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern), João Lima, “esta medida reflete uma falta de planejamento”, comentou. “Como está faltando energia, os reservatórios estão com níveis baixos e a energia térmica está sendo despachada de todas as formas.

Esse aumento pode se estender até o próximo ano e nós vamos pagar a conta por uma falta de planejamento”, argumentou o presidente.

Revista Bzzz

Josias de Souza diz que Henrique decidiu ‘pagar pra ver’ com o PT

Suerda Medeiros

Desafiado pelo PT, que fechou questão contra a proposta de emenda à Constituição da reforma política, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), decidiu pagar para ver. “Se querem assim, vamos para o confronto”, disse. “Vou levar a proposta ao plenário e vamos votar. Quem for contra que mostre a cara.”

Henrique afirmou não acreditar que o PT consiga obstruir a votação. “A maioria da Casa quer votar. Com essa posição radical, eles vão se isolar”. Ele evoca a polêmica criada em torno da CPI da Petrobras para realçar o que definiu como “incoerência” do petismo.

No caso da CPI, o PT tenta cercear o direito constitucional da minoria de investigar a Petrobras sob o argumento de que a maioria do Legislativo deseja incluir na investigação outros enroscos —o cartel dos trens e do metrô de São Paulo e o porto pernambucano de Suape, por exemplo.

Na apreciação da reforma política, o PT quer impor a sua vontade minoritária ao desejo da maioria. E Henrique: “Quando é uma CPI, fazem um absurdo desses. CPI tem que ter fato determinado, as regras são claras. Já fui obrigado a rejeitar CPIs porque tinham vários fatos. Agora, querem incluir três, quatro assuntos numa CPI só. Para isso, a vontade da maioria serve. Para a reforma política, a maioria não serve, porque o PT só quer reforma com voto em lista e financiamento público de campanha. Fora disso, nenhuma reforma politica presta para o PT. Não querem nem discutir, não querem votar. Isso não é democrático.”. Blog Josias de Souza

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Governo anuncia que vai atender os pleitos da PM, Bombeiros, Polícia Civil e ITEP

Em reunião da cúpula de segurança, ficou acertada nomeação de novos policiais civis, revisão na Lei de Promoção e envio do Estatuto do ITEP A cúpula da Segurança Pública do Rio Grande do Norte esteve reunida na manhã deste sábado (19), na Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social, para apresentar o resultado da reunião entre a Governadora Rosalba Ciarlini e a câmara temática da segurança.

Participaram da reunião o titular da Sesed, general Elieser Girão, os comandantes Gerais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, cel. Francisco Araújo e cel. Elizeu Lisboa Dantas, do Delegado Geral da Polícia Civil , Ricardo Sérgio, e do adjunto, Adson Kepler, da diretora do ITEP, Raquel Taveira, e do procurador Geral do Estado, Miguel Josino. As principais definições foram apresentadas pelo titular da Sesed, e envolvem o envio para a Assembleia Legislativa da revisão da lei de promoção de Praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, um novo concurso público para o Corpo de Bombeiros, nomeação de delegados, escrivães e agentes da Polícia Civil, revisão nos valores das diárias operacionais para policiais, abertura de cursos para a Polícia Militar e Bombeiros para que a promoção dos praças possa acontecer, e uma força tarefa para que o estatuto do ITEP possa ser enviado ao Ministério Público do Estado (MPE) na terça-feira (22).

Além destas medidas, a governadora do Estado, Rosalba Ciarlini, convocará semanalmente reuniões da cúpula da Segurança Pública para acompanhar a logística e as pendências da pasta. De acordo com o Elieser Girão, a Lei de Promoção de Praças será encaminhada para a AL até o dia primeiro de maio deste ano. Da mesma forma, um novo concurso para praças e oficiais do Corpo de Bombeiros será lançado. Em relação à Polícia Civil foi determinado que sejam nomeados oito delegados, 13 escrivães e 31 agentes, também seguindo o trâmite na casa Legislativa. No Corpo de Bombeiros, será encaminhada até o dia primeiro de maio a Lei de Segurança e Combate a Incêndios e Pânico, garantindo maior segurança aos estabelecimentos que dependem da vistoria do órgão.

domingo, 20 de abril de 2014

Robério Paulino: "O que Henrique Alves fez pelo Estado em 40 anos?"

"RN em Debate", da TV União

Blog do VT

Alex Viana - Jornal de Hoje

"Esse senhor Henrique Alves, o que foi que ele fez pelo estado em 40 anos? Nós perdemos quase 40% do rebanho bovino com a seca em 2012, uma tristeza. Eu vi alunos meus chorando dentro da sala de aula, relatando que a família dele tinha 250 cabeças de gado e restaram 20.

O Nordeste perdeu 40% do rebanho, milhões de cabeças de gado. Esse senhor, como presidente da Câmara dos Deputados, eu pergunto a você, o que ele fez para impedir isso? O que ele fez pelo Estado?".

As aspas acima são do professor Robério Paulino, economista e membro do Departamento de Economia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Ele será o candidato do PSOL a governador do Rio Grande do Norte.

"O que o senhor Henrique Alves fez para transformar esse estado? Qual foi a grande lei que mudou a realidade? Nós temos ainda hoje 18,5% de analfabetos, um em cada cinco potiguares são analfabetos, isso é uma vergonha para o Estado, nós estamos no século XXI. Pois eu digo a você, se me couber a chance de chegar ao governo nós vamos zerar o analfabetismo em no máximo oito anos.

Eu tenho estudado muito as experiências do Japão, da Coréia do Sul e de outros países e eu lhe digo: esses países só arrancaram de serem países atrasados para serem países de ponta tecnologicamente com educação de qualidade. Nós vamos dar um choque em nosso estado. Eu sou professor há trinta anos e sei como fazer isso", afirmou, durante entrevista ao programa "RN em Debate", da TV União.

sábado, 19 de abril de 2014

Prefeitura de Rafael Fernandes realiza eventos para celebrar Semana Santa  


Como forma de promover a cultura, o entretenimento, assim como celebrar a Fé nesta Semana Santa, a Prefeitura de Rafael Fernandes, realizou nesta sexta-feira, 18, mais uma encenação da Paixão de Cristo.

Como já é costume no município, o Grupo de Teatro de São Gonçalo do Amarante – TESGA, realizou mais uma grande apresentação no patamar da Igreja de Santa Luzia. O espetáculo teve início às 18 horas e foi aberto a toda a população.

O Prefeito de Rafael Fernandes, Nicó Júnior, destaca a beleza e emoção deste espetáculo. “Já virou tradição em nosso município, esta bela celebração”, destaca. Ele ainda acrescenta que em nome da Prefeitura de Rafael Fernandes, é sempre um prazer e uma honra realizar este momento, que reúne milhares de rafaelenses e também visitantes de outros municípios, que vem acompanhar esta emocionante apresentação.

PÁSCOA - Ainda dentro deste momento especial da Semana Santa, o Prefeito, Nicó Júnior, realizou a entrega de peixes para dezenas de famílias rafaelenses. Esta ação foi pensada para que todos pudessem receber peixes de qualidade e que fossem distribuídos de forma igual a todos.

O gestor rafaelense enfatizou que esta distribuição aconteceu para os moradores que são beneficiários do Programa Bolsa Família. “Desta forma, garantimos que estamos entregando o alimento a quem realmente merece receber”, comentou o prefeito. “É sempre gratificante ver de perto a satisfação proporcionada por nossas realizações.

Essa resposta positiva, é que nos incentiva a continuar sempre trabalhando”, finalizou o Prefeito.