domingo, 16 de novembro de 2014

Dilma precisa ser apresentada logo à autocrítica

COMENTE
Josias de Souza
16/11/2014 - 18:43

Dilma Rousseff faz sempre sua autocrítica. Invariavelmente a favor. A mais recente foi sobre o escândalo da Petrobras. Para a presidente, a corrupção que carcome a estatal demonstra que seu governo é o governo mais extraordinário que ela já viu. Assaltos aos cofres públicos já houve muitos. Mas a petrorroubalheira é “o primeiro escândalo da nossa história que é investigado”, disse ela.

A presidente afirmou que poderia “listar uma quantidade imensa de escândalos no Brasil que não foram investigados”. Não chegou a citar Fernando Henrique Cardoso, como fez durante a recém-encerrada campanha eleitoral. Mas insinuou que o tucanato é o verdadeiro responsável pela migração da Petrobras da editoria de economia para o caderno de polícia.

“Talvez esses escândalos que não foram investigados sejam responsáveis pelo que aconteceu na Petrobras'', teorizou Dilma, numa entrevista concedida pouco antes do almoço de encerramento da cúpula do G20, na Austrália. Por sorte, graças à presidente e aos seus autocritérios, os problemas do Brasil acabaram. Agora, “mudará para sempre a relação entre a sociedade brasileira, o Estado brasileiro e a empresa privada''.

Não será uma mudança banal. Não, não. Absolutamnete. O novo escândalo mudará “o Brasil para sempre.'' Não duvide, a investigação na Petrobras “vai acabar com a impunidade'', vaticinou Dilma, para sossego de todos os brasileiros.

Muita gente já estava, não é de hoje, meio desalentada. Há 12 anos, imaginou-se que o PT chegara ao poder para inaugurar um país diferente daquele em que os escândalos eram jogados embaixo de um gigantesco tapete metafórico. De repente, sobreveio o mensalão. Foi triste, muito triste, desalentador.

Dilma não se lembra, mas aquele caso também foi investigado. Chegou mesmo a ser julgado. Melhor: acabou num inédito pacote de condenações. Imaginara-se que o envio da cúpula do PT para a Papuda representaria “o fim da impunidade”. Engano.

O petismo tratou os seus condendos como herois da resistência. Lula declarou que o julgamento da Suprema Corte foi “80% político”. Para piorar, descobre-se agora que, antes mesmo que a sentença do mensalão fosse sacramentada, prepostos do PT e dos seus aliados já reincidiam na delinquência, invadindo os cofres da maior estatal do país.

Embora a PF tenha batizado de Apocalipse seu último movimento na operação Lava Jato, Dilma acha que não é o fim do mundo. A maioria da Petrobras não é corrupta, ela realçou. A investigação serve justamente para individualizar as culpas. “Não se pode condenar as empresas. Temos que condenar as pessoas, dos dois lados, dos corruptos e dos corruptores.''

A presidente se absteve de responder se acha que tem alguma responsabilidade política pela encrenca que se instalou na Petrobras. A pergunta se justifica, já que a estatal sempre foi, por assim dizer, o habitat natural de Dilma. Desde 2003, quando Lula a nomeou ministra de Minas e Energia.

Transferida para a Casa Civil, Dilma manteve-se na presidência do Conselho de Administração da Petrobras. Eleita presidente da República, entregou o comando da companhia a Graça Foster, pessoa da sua irrestrita confiança. Dilma costumava dizer que converteria a Petrobras num exemplo. Agora sabe-se de quê!

Se a entrevista da presidente foi bem entendida, aquela supergerente que o país elegera em 2010 e acaba de reeleger agora fechou os olhos para o dinheiro que saía pelo ladrão na Petrobras por razões estratégicas. Dilma passou por cega porque queria acabar com a impunidade no país, produzindo o primeiro escândalo da história nacional que seria investigado de verdade.

Ou tudo não passa de uma grande esperteza de Dilma ou alguém precisa apresentar a presidente à autocrítica. Do contrário, o brasileiro vai acabar acreditando que a hipocrisia passou a ser uma forma de patriotismo.

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Kelps Lima diz que déficit orçamentário do Estado pode chegar a R$ 2 bilhões

Blog do Jair Sampaio

O deputado Kelps Lima (SOLIDARIEDADE) declarou, durante a sessão plenária desta quinta-feira (13) que o Orçamento Geral do Estado (OGE) tem um déficit maior do que R$ 1 bilhão, valor que vem sendo divulgado pela imprensa local. Segundo o parlamentar, na peça orçamentária não estão inclusos gastos com restos a pagar, as decisões judiciais para contratação de novos servidores e com os planos de cargos aprovados na Assembleia Legislativa.

“O rombo é bem maior do que se pensa, deve chegar a R$ 2 bilhões”, disse o deputado. De acordo com Kelps Lima, o orçamento é feito a partir de informações técnicas fornecidas pelo Tesouro Nacional, Banco Mundial, FMI, entre outras instituições financeiras. “Eles indicam a previsão de crescimento econômico para o ano seguinte. Foi enviada uma peça orçamentária para esta Casa na ordem de R$ 12 bilhões, para serem usados no exercício administrativo de 2015.

O secretário de Planejamento do Estado, Obery Rodrigues disse que, tecnicamente, o orçamento está correto. Por esta razão, reforçamos o convite para que ele esclareça essas questões”, afirmou. O deputado disse que a conta prevista pelo Governo do Estado não bate com as despesas que o Executivo terá em 2015.

“A brincadeira de gerir, de forma politiqueira, a máquina pública faliu o RN. O déficit corrente é de quase R$ 3 bilhões. Quais serão as medias modernas de gestão a ser implementadas no início de governo? Acredito nas boas intenções do governador e de sua equipe. Mas isso precisa ser dito. Se o Estado não tem condições de pagar o salário em dia, se o orçamento previsto não dá para pagar a folha, como vai dar aumento a servidores? Como isso será feito?”, questionou

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Venda de acessos para o show de Peninha começa nesta terça-feira


A venda de acessos para os shows de Peninha, David Almeida, e Os Dourados, será iniciada nesta terça-feira, 11, com lote promocional de 300 ingressos ao preço de R$ 25.

Os ingressos serão comercializados em Max Modas e Eletro Play.

Além do preço promocional, o primeiro lote garantirá um CD totalmente grátis com os principais sucessos do cantor Peninha.

O segundo lote de senhas será comercializado a R$ 30, e o terceiro e último lote a R$ 40.

MESAS

Aos que desejarem assistir o show com mais conforto, serão montadas duas áreas com mesas, sendo uma área comum, e outra Vip com acesso ao Front Stage, garçons exclusivos e marcação antecipada do local.

As mesas serão vendidas em Max Modas e podem ser parceladas no cartão de crédito.

“Os interessados devem se apressar já que a expectativa em torno do evento é crescente e o número de mesas limitado”, destaca a coordenação do evento.

A  campanha publicitária do Show do Ano congrega sete emissoras de rádio e ações em cerca de 30 municípios do Médio, Alto Oeste, e estados do Ceará e Paraíba

terça-feira, 4 de novembro de 2014

EXAMES DE DIREÇÃO SERÃO APLICADOS EM 21 CIDADES DO INTERIOR


 
A equipe de peritos examinadores do Detran/RN iniciou por Ceará Mirim e Extremoz o cronograma de exames de direção veicular direcionado as cidades do interior do Estado. Hoje (04) a equipe se encontra avaliando os candidatos à habilitação do município de Currais Novos.
 
No total, serão 19 dias de serviço realizados em 21 municípios espalhados por todas as regiões do RN. A intenção é avaliar 3 mil candidatos que buscam adquirir a Carteira Nacional de Habilitação.
 
Os peritos analisam o conhecimento prático de volante dos alunos que já foram considerados aptos nos exames médico e psicológico, e que também já concluíram a carga horária de aulas prática e teórica ministradas pelo centro de formação de condutor de sua escolha.
 
O usuário que deseja permissão para pilotar veículo automotor de quatro ou mais rodas é avaliado no tocante a estacionar em vaga delimitada por balizas removíveis e referente à condução do veículo em via pública, urbana ou rural.
 
Já para os veículos de duas rodas são exigidas habilidades de ziguezague com no mínimo quatro cones, passagem por prancha ou elevação, por sonorizadores em duas curvas sequenciais de 90° (noventa graus) em “L” e duas rotatórias circulares que permitam manobra em formato de “8”.
 
Segundo a subcoordenadora da Controladoria de Trânsito do Detran/RN, Márcia Marques, para que o candidato seja aprovado no teste é necessário que ele não cometa nenhuma falta eliminatória e que a soma dos pontos negativos seja menor do que três. “No caso de reprovação o candidato só poderá repetir o exame após decorridos 15 dias da divulgação do resultado, sendo dispensado do Exame Teórico-técnico, pois pressupõe já ter sido aprovado, uma vez que esse item constitui etapa anterior”, disse.
 
Os municípios de Ceará Mirim, Currais Novos, Caicó, Pau dos Ferros, Goianinha e Canguaretama vão receber os examinadores em dois momentos distintos. Além do cronograma de testes de direção veicular direcionado as cidades do interior do RN, o Detran/RN realiza um processo diário de avaliações com equipes de examinadores fixas nos municípios de Natal e Mossoró.
 <
CRONOGRAMA - EXAME DE DIREÇÃO VEICULAR NOVEMBRO DE 2014
 
03/11 – Ceará Mirim e Extremoz;
04/11 – Currais Novos;
05/11 – Caicó;
07/11 – Santa Cruz e Jaçanã;
10/11 – Goianinha e Canguaretama;
11/11 – São José do Mipibu;
12/11 - Goianinha e Canguaretama;
13/11 – Pau dos Ferros;
14/11 – Pau dos Ferros e São Miguel;
17/11 – Ceará Mirim;
18/11 – João Câmara e Macau;
19/11 – Caraúbas;
20/11 – Apodi;
24/11 – Passa e Fica e Nova Cruz;
25/11 – São Paulo do Potengi e Tangará;
26/11 – Currais Novos;
27/11 – Jucurutu;
28/11 – Caicó.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Terceiro boletim do DataNunes desmente o Datafolha, prova que ‘empate técnico’ quer dizer ‘em cima do muro’ e constata que Aécio continua 10 pontos acima de Dilma


Texto de Augusto Nunes

Até recentemente, o Brasil esquecia a cada 15 anos o que havia acontecido nos 15 anos anteriores.O intervalo entre os surtos de amnésia foi dramaticamente reduzido. No caso das pesquisas eleitorais, por exemplo, o país agora esquece a cada 15 dias o que aconteceu faz 15 dias. O afundamento do Datafolha e do Ibope consumado em 5 de outubro mal completou duas semanas. Mas parece mais antigo que o naufrágio do Titanic, informa a credulidade de incontáveis nativos reapresentados a levantamentos estatísticos que prenunciam a reprise do desastre.

A pesquisa divulgada pelo Datafolha nesta segunda-feira é apenas outro chute de longa distância que vai mandar a bola às nuvens ou fazê-la roçar o pau de escanteio. Na sopa de algarismos servida pelo instituto na semana passada, Aécio Neves tinha 51% dos votos válidos e Dilma Rousseff, 49%. Nesta tarde, ela apareceu com 52% e ele com 48%. Quer dizer que a candidata à reeleição ultrapassou o adversário tucano e lidera a corrida? Não necessariamente, previne a margem de erro de 2% (para cima ou para baixo). O que há é um “empate técnico”, expressão que quer dizer “em cima do muro”. Tanto ela quanto ele podem ganhar, descobriram os videntes de acampamento cigano.

Em números absolutos, Dilma teria subido em quatro dias 4 milhões de votos. (Ou 2 milhões, murmura a margem de erro para baixo; ou 6 milhões, grita a margem de erro para cima). Sejam quais forem as reais dimensões da multidão, é gente que não acaba mais. De onde teria saído? Das grutas dos indecisos ou dos porões que abrigam os que pretendem votar em branco é que não foi: segundo o mesmo Datafolha, esse mundaréu de eleitores não aumentou nem encolheu.

Teriam legiões de aecistas resolvido mudar de lado? Pode ser que sim, avisa a margem de erro para cima. Pode ser que não, replica a margem de erro para baixo. A coisa fica mais confusa quando se fecha a lente sobre as quatro regiões em que se divide o mapa nacional. Os dois institutos enxergam Aécio na dianteira em três. Dilma só reina no Nordeste e vence no Norte. Seria esse patrimônio eleitoral suficientemente encorpado para impor-se ao restante do Brasil? (“Nem que a vaca tussa”, diria a presidente cujo vocabulário anda tão refinado quanto o figurino).

Os horizontes se turvam de vez com a contemplação isolada das unidades da federação. Sempre segundo as usinas de porcentagens, Aécio já superou Dilma no Rio Grande do Sul, equilibrou a disputa no Rio, assumiu a liderança em Minas Gerais, cresceu extraordinariamente em Pernambuco. Cresceu em praticamente todos os Estados. Mas a soma dos levantamentos estaduais avisa que foi Dilma quem cresceu mais. As alquimias dos ibopes, decididamente, não são acessíveis a cérebros normais.

Para acabar com a lengalenga, e botar ordem no bordel das porcentagens, o DataNunes acaba de divulgar o terceiro boletim sobre o segundo turno. Como se sabe, é o único instituto que, em vez de pesquisas, faz constatações, com margem de erro abaixo de zero e índice de confiança acima de 100%. Como o crescimento de Dilma no Nordeste foi neutralizado pelo avanço de Aécio nas demais regiões, os índices não mudaram: com 55%, o senador do PSDB continua 10 pontos percentuais à frente de Dilma, estacionada em 45%.

A troca de acusações intensificada nos últimos dias nada mudou. Os simpatizantes do PT não ficaram chocados com as agressões verbais de Dilma, nem estranharam o vocabulário de cabaré vagabundo usado por Lula. Sempre foi assim. Os partidários de Aécio, exaustos do bom-mocismo que contribuiu para a derrota de Serra em 2002 e 2010 e para o insucesso de Alckmin em 2006 aplaudiram o desempenho do líder oposicionista. Graças à altivez e à bravura de Aécio, pela primeira vez os vilões do faroeste não conseguiram roubar até a estrela do xerife.

Enfim desafiados publicamente, os campeões da insolência piscaram primeiro. No debate da Record, Dilma escancarou já na entrada do saloon a decisão de fugir do tiroteio verbal que esquentou o confronto no SBT. Compreensivelmente, Aécio resolveu levar a mão ao coldre com menos frequência. Mas a sensatez recomenda que se mantenha na ofensiva. Ele conseguiu transformar-se no porta-voz dos muitos milhões de indignados. Hoje, Aécio Neves representa o Brasil que resiste há 12 anos a um bando para o qual os fins justificam os meios.

No domingo, o país não vai simplesmente optar entre Aécio Neves e Dilma Rousseff. A nação decidirá entre a decência e o crime, a honradez e a corrupção, o Estado de Direito e o autoritarismo bolivariano, os democratas e os liberticidas, a luz e a treva. Mais que o segundo turno da eleição presidencial, vem aí um plebiscito: o PT continua ou cai fora? A primeira opção mantém o país enfurnado na trilha do atraso.

A segunda pavimenta a estrada que leva para longe do primitivismo e conduz ao mundo civilizado

Pau dos Ferros receberá o cantor e compositor Peninha no "show do ano"



Compositor de sucessos consagrados na história da música brasileira, o cantor Peninha fará show inédito, e exclusivo, em Pau dos Ferros no próximo dia 22 de novembro.

Autor de músicas consagradas como Sonhos, Sozinho e Matemática, Peninha virá ao Rio Grande do Norte para apresentações em Natal (21), e Pau dos Ferros (22), numa noite de sábado que promete entrar para a história do Alto Oeste do estado.

O show será realizado no Reencontro Casa Show, com uma super estrutura de som, palco, bar, e segurança, num espaço que contará entre outras coisas com uma Área Vip, destinada a receber convidados de toda a região.

“Será um show que atenderá várias gerações. A ideia é a de promover um evento que agradará tanto o público adulto, quanto o público jovem, que além de acompanhar os sucessos de um dos maiores compositores da música brasileira, contará com uma atração super especial que será anunciada ainda esta semana”, destaca o jornalista Márcio Costa, um dos promotores do show.

Uma equipe formada por cerca de 20 profissionais trabalha há cerca de 40 dias nos preparativos do show que mobilizará fãs do Rio Grande do Norte, Ceará e Paraíba.

“O projeto envolve profissionais das áreas de administração, marketing, publicidade, comunicação, e toda uma equipe de apoio que intensificará a divulgação do show em cerca de 30 cidades dos três estados”, reforça o jornalista.

Com a chegada da reta final do mês de outubro, a produção do show encaminha os preparativos para a venda antecipada dos acessos e mesas, que será iniciada na primeira semana de novembro.

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

DO TWITTER....